domingo, 11 de julho de 2010

Oposição CCI, MEPR e Independentes convocam:

O período de eleição para DCE é um momento valoroso para o Movimento Estudantil, uma vez que favorece o embate de idéias, as avaliação das práticas e experiências realizadas pelos diversos grupos e suas perspectivas e concepções. Este embate é importante para os estudantes perceberem "quem é quem" e despertarem não somente o censo crítico mas, na nossa opinião o mais fundamental transmitir, que é a ciência de que aquele que não luta organizado com os estudantes e trabalhadores que vivemos dia-a-dia cede espaço para as ofensivas do estado e do capital, como a Reforma Universitária Neolibereal do Governo Lula e o processo de privatização através das fundações e terceirizações. Conclamamos então aqueles estudantes, convencidos da centralidade do nosso papel de garantirmos uma universidade que sirva ao povo, não só a participarem conosco deste processo eleitoral, mas permanecerem organizados em suas bases e em constante processo de politização e luta combativa!



3º Rodada aberta de debates para formação de chapa classista às eleições para DCE da Unb

Quinta-Feira: 15 de julho
12h no Ceubinho
(a reunião será no mezanino acima)

***

ABAIXO O GOVERNISMO E A UNE PELEGA E TRAIDORA!
FORA FUNDAÇÕES! FORA BURGUESIA DA UNB!
REORGANIZAR OS ESTUDANTES PELA BASE!
POR UMA UNIVERSIDADE A SERVIÇO DOS TRABALHADORES!
OUSAR LUTAR!!! OUSAR VENCER!!!

2 comentários:

Juventude Conservadora da UnB disse...

Fora burguesia da UnB?
Acho que vocês ainda não notaram que esse discurso divisionista só serve para fazer vocês passarem por malucos. Ou palhaços. Ou ambos.
Poderia atentar para questões realmente importantes e infinitamente mais práticas, como a defasagem de ensino ou o aumento da segurança nos campi. Mas isso não seria nada revolucionário, não é?

Oposição C.C.I. disse...

Quem divide a sociedade não é o discurso dos militantes. O que divide a sociedade é sua condição objetiva de antagonismo entre as realidades de vida dos trabalhadores e dos proprietários. Aqueles que acham que o discurso divide, deveriam olhar para fora do seu mundinho liberal e idealista pequeno burguês para ver o que divide de fato: o discurso ou a realidade? Não falamos a sociedade tal qual como a queremos. Falamos a sociedade tal qual ela é. E sobre como ela é, estratificada em classes sociais, que agimos para modificar a vida dos estudantes e dos trabalhadores. Erram aqueles que não enchergam que os problemas materiais da educação pública não sejam resultantes dos diferentes interesses de classe. Erram e, consequentemente, não saberão agir. Os trabalhadores não lutam e não necessitam dos mesmos interesses da burguesia. Mas os estrábicos conservadores jamais entenderiam isso.

POR UMA EDUCAÇÃO A SERVIÇO DAS CAUSAS DO POVO!!!
ABRIR AS PORTAS DA UNIVERSIDADE PARA A CLASSE TRABALHADORA!!!